Vigilância alerta sobre cuidados com criadouros do Aedes em cemitérios no Dia de Finados

PREFEITURA DE BIRIGUI/Assessoria de Imprensa

Com a proximidade do Dia de Finados, que ocorre no próximo dia 2 de novembro, os cemitérios de Birigui recebem uma grande quantidade de pessoas. A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do CCVZ (Centro de Controle de Vetores e Zoonoses), faz um alerta sobre os cuidados com criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika vírus, febre amarela e chikungunya.

Vasos com flores, enfeites plásticos, embalagens, entre outros podem acumular água e se transformar em criadouros do Aedes.

Para evitar esse problema, o CCVZ pede para que os visitantes levem suas homenagens evitando enfeites que acumulem água. Se possível, o vaso com flores deve conter areia.

AREIAMENTO

Após o Dia de Finados, a equipe do CCVZ e agentes de endemias fazem um trabalho chamado “areiamento”, que é uma varredura em todos os túmulos dos dois cemitérios de Birigui.

A meta é colocar areia grossa nos vasos, além de realizar a retirada de plásticos e demais recipientes que acumulem água parada, onde o Aedes deixam seus ovos.

Segundo o CCVZ, o trabalho de varredura nos cemitérios leva uma semana e muitos criadouros são encontrados após o período de visitação em função do Finados.

Como a próxima segunda-feira, dia 2 de novembro (Dia de Finados) será feriado nacional, o atendimento ao público na Prefeitura de Birigui será suspenso e retorna na terça-feira, dia 3 de novembro.

Para outras informações sobre o mosquito Aedes o CCVZ atende pelo fone (18) 3643-6274 ou 3643-6233 (ramal 224).

Fonte: PREFEITURA DE BIRIGUI/Assessoria de Imprensa