Vereador Rodolfo, sócio do escritório usado por perfil falso para ofensas, ataca jornalista

Jean Rizk

O vereador Rodolfo Valadão, cujo escritório de advocacia foi utilizado por um perfil fake (de propriedade de sua estagiária) para publicar ofensas exatamente contra o autor desta matéria, utilizou seu tempo na sessão da Câmara de Vereadores de Penápolis no dia de ontem (02/03/2020) para tentar denegrir a imagem do autor desta matéria.

O referido vereador apresentou o vídeo de sua fala e que obviamente apenas demonstrou que o título e a matéria estavam absolutamente corretos (o título em questão é “Vereador Rodolfo diz ser contra ato de prefeito que deixou de gastar com carnaval para aplicar na educação“).

Não precisa ser um gênio para entender que a partir do momento que disse não concordar com o que foi feito pelo prefeito de Avanhandava, ele se coloca contra o ato realizado pelo referido prefeito. Simples!

O vídeo da fala do vereador deixa isso bem claro.

O tal vereador ainda ficou indignado com o fato da publicação ter sido impulsionada, mas é necessário esclarecer uma coisa. O IMPULSIONAMENTO FOI PAGO COM MEU PRÓPRIO DINHEIRO! Não utilizo recursos públicos para ofender munícipes, nem estrutura pública para isso e muito menos para fazer campanha.

Talvez o vereador desconheça o fato de que o algoritmo do Facebook limita o alcance e se faz necessário o impulsionamento, mas é óbvio que ele não procurou saber sobre isso.

O vereador Rodolfo Valadão usou muito além dos minutos permitidos para tentar tirar a credibilidade da matéria e buscar demonstrar que exerce sua função corretamente, mas se esqueceu de citar de alguns fatos importantes como:

  1. Quando o pedido de investigação sobre os gastos com a grama esmeralda foi feito na Câmara de Vereadores de Penápolis, o vereador Rodolfo Valadão foi um dos que tentou impedir a investigação, como pode ser visto aqui:

    https://www.vereadornaoeprofissao.com.br/veja-a-declaracao-do-vereador-dr-rodolfo-fundamentando-seu-voto-contrario-a-abertura-de-cei-para-investigar-a-compra-de-grama-esmeralda/

    O mesmo vereador afirmou que o cálculo de grama precisa ser feito por engenheiro agrônomo e que o cálculo de “base X altura” não é qualquer um que faz, conforme vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=TKn5Ue55BgE

    Apesar da tentativa desse e de outros vereadores ter tido êxito na Câmara, o Ministério Público realizou investigações que culminaram em inúmeras ações públicas.
  2. O vereador Rodolfo Valadão foi um dos que votaram a favor da criação da Secretaria de Negócios Jurídicos, que foi considerada pela Justiça como uma tentativa de burlar a decisão judicial que considerou o cargo de Procurador Geral do Município irregular (Processo nº 1001511-36.2018.8.26.0438 Julgado), uma vez que era ocupado em regime de comissão/confiança e sem a realização de concurso público.

    Vale destacar que se trata de caso este idêntico ao processo referente ao cargo de Assessor Jurídico da Câmara de Penápolis, ocupado pelo seu sócio.

    O acórdão da decisão pode ser visto aqui: https://noticiasdointerior.com/apelacao-secretaria-negocios-juridicos.pdf

    Veja mais sobre o assunto em:
    http://www.porraprefeito.com/2016/03/09/ministerio-publico-instaura-inquerito-civil-para-apurar-criacao-do-cargo-de-secretario-de-negocios-juridicos
    http://www.porraprefeito.com/2016/11/14/concedida-liminar-suspendendo-a-nomeacao-de-secretario-de-negocios-juridicos
    http://www.porraprefeito.com/2015/12/14/apesar-da-crise-financeira-prefeito-celio-quer-criar-cargo-de-secretario-municipal-de-negocios-juridicos
  3. O vereador Rodolfo Valadão foi um dos que votaram a favor da criação da CIP (Contribuição de Iluminação Pública), apesar da população ter se colocado contra a cobrança.

    Os vídeos das votações podem ser vistos aqui:
    https://www.youtube.com/watch?v=PpEQw2x5SCA
    https://www.youtube.com/watch?v=vmQ2elgsKQ0
  4. O vereador Rodolfo Valadão gastou pouco mais de 3.000 reais dos cofres públicos com supostas “homenagens” do Instituto Tiradentes. Vale salientar que tal instituto foi alvo de uma reportagem do Fantástico, onde um JUMENTO recebeu o título de MELHOR PREFEITO.

    Basta clicar neste link para ver a reportagem: https://g1.globo.com/fantastico/noticia/2018/08/05/jumento-paga-empresa-e-e-diplomado-como-um-dos-melhores-prefeitos-do-brasil.ghtml

    Já os empenhos que comprovam os referidos gastos com dinheiro público podem ser vistos aqui:
    – 2010 https://noticiasdointerior.com/empenho892-2010.pdf
    – 2011 https://noticiasdointerior.com/empenho770-2011.pdf
    – 2012 https://noticiasdointerior.com/empenho363-2012.pdf
  5. Apesar do vereador Rodolfo Valadão ser advogado, em momento algum houve solicitação para que seu sócio fosse exonerado, já que ainda continua ocupando um cargo de caráter técnico sem ter sido aprovado em concurso público. A representação contra a ilegalidade do cargo foi feita pelo autor desta matéria em 2013, sendo que recentemente o Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo julgou como ilegais tais cargos.
  6. Não é a primeira vez que o vereador Rodolfo Valadão usa a tribuna da Câmara e depois tenta se justificar publicamente, quando se dá conta das coisas que alegou. Basta lembrar das vezes que afirmou que a vinda do AME seria estelionato eleitoral e depois fez um vídeo tentando se justificar.

É necessário que o vereador Rodolfo Valadão entenda que todas as matérias por mim assinadas são baseadas em documentos oficiais, vídeos, fotos, declarações oficiais, gravações etc e que são pautadas pela verdade dos fatos.

É assim que o jornalismo de verdade é feito, apesar do tal vereador ter tentado desmerecer o registro de inúmeros outros jornalistas que também possuem.

Onde a verdade dos fatos existe, não há necessidade de perfis falsos e nem ataques contra profissionais sérios!