TCE-SP julgou como irregulares as contas do exercício de 2016 do CISA

Conforme decisão referente ao processo de nº TC-001633/989/16 e publicada no Diário Oficial em 27/08/19, as contas do exercício de 2016 do CISA (Consórcio Intermunicipal de Saúde) foram julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo.

O responsável à época era o prefeito Célio de Oliveira e dentre as irregularidades apontadas pelo Tribunal de Contas que culminaram na referida reprovação, a principal razão foi o não pagamento das dívidas que a Prefeitura de Penápolis possuía com o CISA.

Segundo informado pelo CISA, as irregularidades em sua grande maioria já foram sanadas pela atual administração, especialmente à partir de 2018. Além disso, ainda cabe recurso em face de tal decisão e que será protocolado tempestivamente.

Também foi informado que a Prefeitura de Penápolis vem realizando os pagamentos da dívida após as cobranças realizadas pelo CISA e dessa forma uma das principais irregularidades apontadas pelo TCE-SP está sendo sanada.

Ao ser procurado, o prefeito Célio de Oliveira informou apenas que será apresentada defesa e pedido de revisão do parecer.