Substituição do emissário da Santa Terezinha é concluída

Secom-PMP
- Publicidade -

O Daep (Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis) finalizou as obras de substituição de parte do emissário da Santa Terezinha. O investimento de mais de R$675 mil proporcionou a troca da tubulação de 1.150 metros de extensão do emissário que estava deteriorada, por material mais resistente e com vida útil de 100 anos.

O investimento foi de R$ 675.937,78 foi financiado pelo Fehidro (Fundo Estadual de Recursos Hídricos) da Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente. As obras foram executadas pela empresa KGP Construtora Ltda de Bady Bassit, ganhadora do processo licitatório.

De acordo com o presidente do Daep, Márcio Wanderley, a obra foi necessária para evitar vazamentos de esgotos ocasionados pelo risco de rompimento do emissário. “O emissário da Santa Terezinha foi construído em 1992 e apresentava riscos de extravazamentos com riscos de contaminação da água e do solo, além da necessidade frequente de reparos”, explicou.

A nova tubulação de 400 mm em PVC corrugado, material mais resistente, terá uma durabilidade de aproximadamente 100 anos. A obra foi executada em diversas etapas, incluindo a movimentação de solo com escavação mecanizada de valas, escoramento de solo, troca da tubulação por tubos de PVC de 400 mm e trocas de alguns ramais, construção de quatro poços de visitas, compactação do solo e recapeamento asfáltico.

A obra foi executada em dois trechos. O primeiro está localizado no cruzamento da rua Ramalho Franco com avenida Leopoldino Alves Cardoso, seguindo pela avenida Corcovado até os fundos do condomínio Paineiras. 

O segundo trecho está entre a rua Augusto Pereira de Moraes em frente ao condomínio Paineiras, percorrendo paralelo aos fundos do condomínio Novo Mundo até próximo ao Esporte Clube Banespa de Penápolis.

Em toda sua extensão, o emissário atende os bairros da Santa Terezinha, Guanabara, Formosa, Vila Paulista, Monreal, Alto das Brisas, Del Rey, parte da Village Regina, Regina Célia, Ana Paula, Rosa Alberton e Jardim Pevi I e II, Residencial Gimenes e Residencial Benone Soares de Queiroz. Isso corresponde a mais de 20% do esgoto da cidade. 

Fonte: Secom – PMP

- Publicidade -