Seringas no lixo doméstico causaram ferimentos nas mãos de dois coletores da prefeitura

PREFEITURA DE BIRIGUI/Assessoria de Imprensa

Descartes irregulares de seringas com agulhas causaram ferimentos nas mãos de dois coletores do lixo doméstico da Prefeitura de Birigui.

Segundo a Secretaria Municipal de Serviços Públicos, os acidentes ocorreram na noite desta terça-feira, 25 de agosto, em dois bairros diferentes: Residencial Manuela e Vale do Sol.

Este ano, em função de vidro quebrado no lixo doméstico, vários coletores sofreram acidentes e, em alguns casos, chegaram e levar pontos em ferimentos, geralmente ocorridos nas mãos.

De acordo com o setor de coleta da Prefeitura de Birigui, o vidro pode ser descartado normalmente pelos moradores, porém deve ser separado do lixo doméstico, sendo visível ao servidor da prefeitura que fará a coleta.

Em caso de vidro quebrado, o morador deve colocar em uma caixa de sapatos, embrulhar em papel jornal ou colocar na caixinha do leite.

Visando preservar a saúde dos coletores, vários moradores escrevem a frase “CUIDADO – VIDRO QUEBRADO” nas embalagens que irão para o lixo doméstico.

A administração pede, se possível, que o morador que puder separar (e alertar o coletor com a frase CUIDADO) ajudará a impedir acidentes com os coletores do lixo comum.

SERINGAS – As seringas com agulhas devem ser levadas até uma UBS ou até uma farmácia. O morador deve dobrar a ponta e embrulhar a seringa em um papel. Uma boa dica é colocar as seringas em uma caixinha de leite e descartar em uma farmácia ou em uma Unidade Básica de Saúde (UBS).

LIXO COMUM – A Prefeitura de Birigui realiza diariamente a coleta de lixo na cidade. Quatro caminhões percorrem 11 linhas. Por semana, cerca de 700 toneladas de lixo doméstico são retiradas das ruas. Para realizar suas funções, os servidores recebem equipamentos de proteção individual, os chamados EPIs.

Segundo a Secretaria de Serviços Públicos, 40 profissionais atuam na coleta, mas o número cai em função de acidentes de trabalho, aposentadorias, afastamento médico e férias.

Fonte: PREFEITURA DE BIRIGUI/Assessoria de Imprensa