Saúde define ações de combate ao Aedes para o segundo semestre

Secom-PMP

A Secretaria Municipal de Saúde de Penápolis promoveu na última terça-feira, 16, uma reunião com todos os profissionais envolvidos no trabalho de combate ao Aedes aegypti na cidade. O encontro, ocorrido no auditório da Câmara de Vereadores, teve como objetivo discutir e traçar ações e estratégias de combate ao vetor para este segundo semestre do ano.

O encontro reuniu agentes comunitários de saúde, enfermeiros e coordenadores do ESF (Programa Estratégia de Saúde da Família) e servidores do Serviço de Vigilância Epidemiológica.

Durante o ano a Secretaria de Saúde realiza quatro ciclos de visitas para combate ao mosquito, sendo que cada um dos ciclos tem duração de três meses. Atualmente o setor está executando o terceiro ciclo do ano (julho, agosto, setembro).

Conforme explicou o secretário municipal de Saúde, Wilson Carlos Braz, durante a reunião desta semana foram discutidas formas de intensificação dos trabalhos do ciclo, visando diminuir ao número máximo possível os casos de dengue no decorrer dos seis últimos meses do ano.

“Após o período de epidemia vivido recentemente, estamos agora passando pelo período chamado interepidêmico. Nesta época vemos uma diminuição dos casos por causa das temperaturas amenas e ausência de chuvas, porém existe a tendência de que, por volta de outubro aproximadamente, possa haver um aumento dos casos de dengue com a reversão do clima”, comentou ele.

“Por isso estamos nos preparando ainda mais, com objetivo de evitar ressurgimento de casos de dengue. A determinação é de intensificação das visitas e demais ações complementares, aproveitando inclusive o fator recursos humanos, já que contamos atualmente com um reforço de 10 pessoas na equipe, que prestam serviço através da Frente de Trabalho”, garantiu.

Segundo levantamentos da Secretaria de Saúde, até o último dia 12 de julho a cidade de Penápolis conta com 2.130 casos positivos de dengue.

Fonte: Secom – PMP