Sasc e SOS orientam pessoas em situação de rua

Secom-PMP

Durante o período de pandemia do novo coronavírus, um dos públicos mais vulneráveis são as pessoas em situação de rua. Pensando nisso, equipes da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania e do SOS (Serviço de Obras Sociais) estiveram na manhã desta sexta-feira (27), na Praça da Igreja Aparecida.

A iniciativa contou com o apoio da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente e do Daep (Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis). Durante a ação, a Praça recebeu uma limpeza total. A equipe do Daep fez a higienização com a aplicação de água e cloro por caminhões-pipa.

O SOS realiza constantes rondas por diversos pontos da cidade, acompanhando pessoalmente cada pessoa em situação de rua e tentando convencê-las a buscar abrigo e tratamento na entidade. A secretária de Assistência Social, Suely Valdstein de Queiroz explicou que o objetivo principal era convencê-los a buscar abrigo no SOS.

“Muitos se recusam a se abrigar na entidade, mas nesse momento, é extremamente importante que essas pessoas estejam protegidas e tenham condições de cuidar de sua saúde. O SOS oferece toda a estrutura para que as pessoas em situação de rua tenham dormitório, alimentação, orientação social, encaminhamento para tratamentos de saúde. Toda uma equipe assistencial para auxiliá-los”, destacou.

“Algumas dessas pessoas se comprometeram a voltar para suas residências. Porém temos muita dificuldade em conscientizá-los da necessidade de buscar um lugar seguro, com condições de abrigá-los, para que possam manter a higiene adequada. Neste período de pandemia de coronavírus, esta é uma medida essencial para protege-los”, afirmou Suely.

“Apesar de toda a orientação que tentamos passar para essas pessoas em situação de rua, não podemos obrigá-las a permanecer em suas residências ou em um abrigo. É uma situação bastante delicada, mas estamos envolvendo todos os esforços para manter a segurança desta população”, finalizou.

Fonte: Secom – PMP