Santa Casa de Penápolis completa 100 anos

36
Secom-PMP

Nesta terça-feira (14) a Santa Casa de Misericórdia de Penápolis completou 100 anos atividade. Fundada em 14 de maio de 1.919 a instituição tem uma longa história de atendimento à comunidade, sendo referência para milhares de pessoas que necessitam de atendimento hospitalar. Por conta da data especial, a direção da Santa Casa ofereceu bolo de aniversário ao público que passou pela recepção ontem pela manhã.

Atendendo pelo Sistema Único de Saúde (o SUS) e também convênios e particulares, a instituição não tem fins lucrativos, se caracterizando como hospital filantrópico. Sua atuação contempla assistência a um universo de aproximadamente 100 mil pessoas, incluindo as populações de Penápolis e sua comarca, composta pelos municípios de: Alto Alegre, Avanhandava, Barbosa, Braúna, Luiziânia e Glicério.

São 118 leitos de internação, prestando atendimento nas áreas de Clínica Médica, Cirúrgica, Ginecologia e Obstetrícia, Pediatria e Unidade de Terapia Intensiva. Por mês, são atendidos em média 480 pacientes, perfazendo uma despesa média mensal de R$ 1,3 milhão.

Apesar da sua receita ser formada por pequenos repasses dos governos estadual e federal, e de investimentos significativos da Prefeitura de Penápolis, passando dos R$ 400 mil mensais, os custos de manutenção do hospital são muito maiores do que a arrecadação. Essa situação vem gerando déficit mensal nas contas da Santa Casa. Mas, apesar disso, o hospital se mantém de portas abertas, atendendo quem necessita.

“O alto custo de medicamentos e demais insumos hospitalares, alimentos, folha de funcionários, além de pagamentos de impostos e encargos, tudo isso vinculado à falta de reajuste nos valores repassados pelos governos, resultou numa séria crise financeira”, lembrou o prefeito de Penápolis, Célio de Oliveira, durante a comemoração dos 100 anos na manhã desta terça-feira.

“Por esta razão, a Prefeitura tem investido uma alta quantia todos os meses para garantir o funcionamento. Além disso, entidades, clubes de serviço, igrejas, empresas e a comunidade em geral, têm se organizado para ajudar a diminuir os custos da Santa Casa através de campanhas beneficentes”, destacou o prefeito.

“Esta ajuda, que chega por meio de alimentos, materiais de higiene e limpeza, materiais de escritório, descartáveis e até equipamentos, tem sido fundamental para a Santa Casa. E é neste sentido que queremos agradecer a todos”, enfatizou ele.

“Neste momento, não podemos jamais esquecer daqueles que batalham para fazer este hospital grandioso como é. Nosso parabéns e nosso mais profundo agradecimento à direção e funcionários da Santa Casa. São pessoas que, dia a dia, se dedicam de corpo e alma pelo bem da instituição. Que Deus abençoe a todos”, parabenizou Célio de Oliveira.

Fonte: Secom – PMP