InícioSem categoriaResíduos de serviço de saúde recebem atenção na pandemia

Resíduos de serviço de saúde recebem atenção na pandemia

Funcionários da Santa Casa de Misericórdia de Penápolis participaram de uma capacitação sobre o descarte de resíduos hospitalares. A iniciativa promovida pelo Daep (Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis) nos dias 01 e 02 de junho, abordou os cuidados que devem ser tomados com os resíduos gerados pelos doentes suspeitos e positivos de Covid-19.

Nos próximos dias, a capacitação será feita aos profissionais do Centro de Referência de Covid-19. As orientações fazem parte de um conjunto de ações que o Daep vem adotando para prevenir os servidores do contágio da doença e contribuir para evitar a disseminação do vírus. A capacitação foi ministrada pelo chefe de Serviço de Resíduos Sólidos do Daep, Mauro Lúcio Salmente.

Durante o encontro, foi apresentado o processo da coleta, transporte e destinação final adequada dos resíduos. ‘Em todas as etapas há o manuseio do material por pessoas. Por isso, o acondicionamento correto, conforme determinado pela Anvisa deve ser rigorosamente seguido. A separação, embalagem e acondicionamento correto são primordiais para evitar o contágio e acidentes com o manuseio dos resíduos”, explicou Mauro Lúcio.

O chefe de Serviço de Resíduos Sólidos ainda ressaltou a importância do descarte correto dos materiais perfurocortante que podem ocasionar contágio não só do coronavírus mas também de outras doenças. “Essa é uma das grandes preocupações na gestão de resíduos sendo que já foram registrados acidentes de trabalhos em virtude do manuseio de embalagens de resíduos contendo descarte inadequado”, afirmou Salmente.

A responsável técnica da equipe de enfermaria da Santa Casa, Eliane Marques da Silva, comentou que a capacitação foi de grande importância uma vez que foi possível visualizar o caminho que os resíduos percorrem após serem descartados. “Conseguimos dimensionar a importância do cumprimento das medidas corretas para o descarte dos resíduos”, contou a enfermeira.

Proteção individual

O presidente do Daep, Márcio Wanderley, acompanhou ainda a entrega de kits de EPIs – Equipamento de Proteção Individual para os servidores que fazem a coleta e a destinação final dos resíduos de serviço de saúde. Os servidores receberam macacões brancos descartáveis e protetores faciais incolores, além de máscaras e luvas já utilizadas.

“Essa coleta é essencial e não pode deixar de ser feita, Temos que adotar todas as medidas necessárias para proteger e assegurar a saúde dos nossos servidores e evitar um possível contágio”, afirmou Wanderley.

A coleta de resíduos de saúde é realizada em farmácias, laboratórios, consultórios médicos e odontológicos, hospitais e centros de saúde, por um veículo apropriado, com funcionários devidamente uniformizados, credenciados e treinados, seguindo todos os critérios de segurança.

Os resíduos de serviço de saúde são esterilizados através do processo de autoclavagem a vapor e, depois de se tornarem inertes, são triturados e recebem a destinação correta, sendo depositados no aterro sanitário.

Fonte: Secom – PMP

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments