Pressão popular faz com que vereadora Dona Vilma retire projeto de assessores particulares

Jean Rizk
- Publicidade -

Apesar de vários vereadores terem menosprezado a força da população que utiliza as mídias sociais para expor seu descontentamento com os atos dos vereadores e demais políticos, hoje ficou claro que o medo do aumento da rejeição pública foi a motivação para que o projeto fosse retirado de votação por tempo indeterminado.

Se a população não tivesse externado sua desaprovação, sem sombra de dúvidas, tal projeto teria sido aprovado.

Prova disso, foram as defesas feitas por vereadores como o Rodolfo Valadão Ambrósio afirmando ser legal a alteração, lembrando que ele foi um dos vereadores que em outras legislaturas também defendeu a criação da Secretaria de Negócios Jurídicos, sendo posteriormente foi considerada ilegal, inclusive acarretando a condenação do ex-prefeito Célio de Oliveira por improbidade administrativa.

Outra defesa que merece ser registrada, foi a do vereador Ivan Sammarco que usou como argumento um suposto parecer do assessor jurídico da Câmara de Vereadores de Penápolis, cujo cargo já foi considerado inconstitucional pelo Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, uma vez que é ocupado sem concurso público.

A população penapolense demonstrou que está de olho no que os políticos estão tentando fazer e que não vai se calar diante de absurdos como este!

- Publicidade -