Prefeitura disponibiliza kit medicação para tratamento precoce de Covid-19

Secom-PMP

A partir dessa semana, a Secretaria Municipal de Saúde disponibilizará nas Macros e Unidades Básicas de Saúde, um kit medicação para tratamento precoce de pacientes com sintomas leves da Covid-19.

Dessa forma, os pacientes não graves (aqueles que não precisam de internação), poderão receber um kit com medicamentos para tratamento da Covid-19 em casa, durante a quarentena. A entrega do kit será após avaliação e prescrição médica, seguida de acompanhamento da equipe multidisciplinar e exames periódicos. O kit medicação é constituído de Hidroxicloroquina, Azitromicina, Ivermectina, dentre outras medicações que forem necessárias.

Vale ressaltar que esse kit de medicamento não é obrigatório e será receitado ou não ao paciente, de acordo com a avaliação do médico, após análise clínica de cada caso. Por sua vez, o paciente também deverá assinar um termo de adesão ou recusa do tratamento.

A medicação já foi adquirida pela prefeitura na semana passada e espera-se que até o final dessa semana, todos os medicamentos sejam entregues e estejam disponíveis nas unidades de saúde. As despesas decorrentes deste ato serão suportadas pelos Recursos da Fonte 31205, do Governo Federal.

Segundo informou o secretário municipal de Saúde, Wilson Carlos Braz, na sexta-feira, 10, foi realizada uma reunião com todos os médicos da rede municipal para explicações a cerca desse kit medicação. “Todos os profissionais médicos receberão um protocolo de orientação sobre o manejo da hidroxicloroquina e azitromicina em pacientes com sintomas leves da doença, que envolve, inclusive, a realização de exames antes e durante a utilização desta medicação”, comentou Braz.

O secretário ressalta que o kit medicação estará disponível nas unidades, porém, sua prescrição é facultativa ao profissional médico, que deverá analisar as condições clínicas do paciente para receitar ou não os medicamentos sugeridos para tratamento precoce de pacientes com sintomas leves da Covid-19.

Exemplo

O prefeito Célio de Oliveira explica que essa é mais uma ação do município voltada ao enfrentamento da Covid-19. “Embora ainda não esteja comprovada cientificamente a eficácia desses medicamentos, tivemos conhecimento dos seus benefícios quando utilizados ainda na fase inicial da doença, quando os pacientes apresentam os primeiros sintomas respiratórios. Após a medicação, eles obtiveram resultados muito satisfatórios, não agravando os sintomas da doença e diminuindo os casos de internação e necessidade de UTI”, comentou Célio.

“Seguimos o exemplo adotado pelo município de Porto Feliz (SP), que implantou um protocolo de tratamento frente à pandemia da Covid-19, baseado em protocolos europeus, onde também utilizou-se esses medicamentos”, acrescentou o prefeito Célio.

Profilaxia

Além do kit medicação para tratamento precoce dos pacientes, a Secretaria Municipal de Saúde também elaborou uma proposta profilática para os profissionais de saúde assintomáticos que estão na linha de frente no combate à Pandemia de Covid-19.

Dessa forma, estão à disposição desses profissionais os medicamentos Vitamina D, Zinco e Ivermectina, já que eles estão mais expostos a riscos que os colocam em alta probabilidade de infecção.

“É importante ressaltar que essa é apenas uma sugestão de profilaxia que está à disposição dos profissionais da saúde da linha de frente, podendo o profissional utilizar ou não da medicação, mediante assinatura de termo de adesão”, reforçou o secretário de Saúde, Wilson Carlos Braz.

A Secretaria Municipal de Saúde alerta que como ainda não existem evidências que comprovem a eficiência desta proposta, as medidas preventivas de contaminação, como o uso de EPIs, não devem ser negligenciadas.

Fonte: Secom – PMP