Prefeitura de Lins decreta o fechamento do comércio linense a partir do dia 23.

Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Lins

Todo o comércio da cidade de Lins será paralisado a partir desta segunda-feira, 23, por força do decreto municipal N.º 12.081 para tentar conter a propagação do novo coronavírus. A medida, sem precedentes, exclui apenas mercados, farmácias, padarias, açougues, feiras livres, restaurantes, postos de combustível, depósito de água, peixarias, quitandas,  hortifrutigranjeiros, depósito de gás, lojas de conveniências e locais de venda de produtos para animais. Lins ficará parada ao menos até 5 de abril, segundo o decreto assinado pelo Prefeito Edgar de Souza (PSDB).

Boates, casa de eventos e shows estão cancelados desde 20/03/2020, o transporte coletivo e academias devem ser fechados a partir de segunda-feira(23).

A entrega de produtos em casa comprados pela internet está liberada, mas o comércio ambulante está inteiramente banido no período. A prestação de serviços, como agências bancárias e lotéricas continuam normalmente.

Os locais que ficarem abertos terão de fornecer álcool em gel para os clientes. A Prefeitura orienta que os casos omissos serão dirimidos pelo Comitê de Resposta Rápida ao COVID-19, podendo ter a cassação do Alvará da empresa.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Lins