Penápolis terá Centro de Referência da Covid-19 em parceria com o Governo do Estado

Secom-PMP

A cidade de Penápolis contará em breve com um Centro de Referência da Covid-19, que funcionará no prédio do antigo Hospital Luiz Valente. A unidade será implantada através de uma parceria entre a Prefeitura de Penápolis, a AHBB (Associação Hospitalar Beneficente do Brasil) e o Governo do Estado de São Paulo.

A previsão é que toda a estrutura esteja pronta em 15 dias. Na última sexta-feira (10), o prefeito Célio de Oliveira visitou o local onde a estrutura está sendo preparada. O Centro de Referência atenderá especificamente pacientes com a Covid-19.

“Estivemos no prédio para conferir quais as adequações necessárias para atender os padrões exigidos pelo Estado”, afirmou. O prefeito ainda lembrou que o prédio abrigava até pouco tempo o Hospital da Unimed, por isso não será difícil agilizar a preparação.

“A Unimed mantinha o seu hospital neste local, por isso temos à disposição um prédio praticamente pronto. Vamos ter que adquirir o mobiliário e equipamentos. Também serão necessárias pequenas reformas na estrutura físicas e pintura, já que os centros cirúrgicos serão transformados em salas que abrigarão os leitos de UTI”, destacou Célio de Oliveira.

Acompanharam o prefeito nesta visita, o presidente da AHBB, Antonio Carlos Pinotti; o diretor de gestão da AHBB, João Pedro Pinotti; o diretor clínico do Pronto Socorro, Luiz Henrique de Felippe Valente e o secretário de Saúde de Penápolis, Wilson Carlos Braz.

A gestora da Santa Casa e do Pronto Socorro de Penápolis, a AHBB (Associação Hospitalar Beneficente do Brasil) é atualmente a responsável pelo prédio onde funcionará o Centro de Referência da Covid-19 e realizará o gerenciamento deste projeto.

Governo do Estado

Na última sexta-feira (10), o Governo do Estado, através do vice-governador, Rodrigo Garcia e do secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, confirmou que credenciará os 10 leitos de UTI e outros 20 de enfermaria, será responsável pelo custeio operacional e de recursos humano do Centro da Covid-19.

“Vínhamos mantendo contato com o Governo do Estado há cerca de 20 dias, buscando obter o apoio necessário para implantar na cidade, um instrumento de Saúde que pudesse atender não apenas Penápolis, como também a nossa região. Na última sexta, obtivemos a confirmação do vice-governador Rodrigo Garcia e do secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, que haverá o apoio, caso deixemos o hospital pronto”, explicou o prefeito Célio de Oliveira.

Respiradores
O presidente da AHBB, Antonio Carlos Pinotti, lembrou que o grande desafio para se montar uma estrutura de UTI no momento, é a falta de equipamentos no mercado nacional e internacional, ressaltando a expertise da Associação Hospitalar Beneficente do Brasil, que permitiu a Penápolis contar com esta estrutura.

“No momento atual, o grande desafio para qualquer hospital do Brasil e até do mundo, é conseguir os kits que compõem um leito de UTI, como respiradores mecânicos, monitores multiparâmetros, aspiradores, rede de gases, camas adequadas, entre outros. Só conseguimos os equipamentos para montar esta estrutura em Penápolis devido à AHBB administrar um grande número de leitos de UTI do Governo do Estado de São Paulo”, enfatizou Pinotti.

Comarca
No processo de aquisição dos equipamentos para a UTI, a Prefeitura de Alto Alegre, através da prefeita Helena Berto, disponibilizou um respirador para ser utilizado no Centro da Covid-19. “Queremos agradecer a prefeita Helena Berto por estar nos auxiliando neste processo de implantação, colocando à disposição um respirador”, agradeceu Célio.

O prefeito lembrou ainda que espera um envolvimento das outras cidades da comarca, que serão beneficiados com o funcionamento deste hospital. “Os prefeitos da comarca já demonstraram apoio ao projeto de Penápolis junto ao Estado e agora com a confirmação, esperamos a continuidade desta parceria na estruturação do Centro”, finalizou o prefeito de Penápolis.

Fonte: Secom – PMP