Finados: Vigilância orienta combate ao Aedes aegypti no cemitério

Secom-PMP

A Secretaria de Municipal de Saúde, por meio do Serviço de Vigilância Epidemiológica, efetuou nesta semana, uma inspeção em todo o cemitério para limpeza e eliminação de criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela.

No sábado, 02 de novembro, Dia de Finados, o Serviço de Vigilância Epidemiológica realizará uma campanha de orientação, na Necrópole Municipal de Santa Cruz, com entrega de panfletos e auxílio aos visitantes.

Dessa forma, todos devem estar atentos e retirar as embalagens plásticas e enfeites que envolvem os vasos de flores naturais; além disso, os vasos devem ser furados para que a água escoe com mais facilidade. No caso de vasos fixos, o ideal é que as pessoas depositem apenas flores artificiais, cimentando até a borda superior.

“As embalagens que enfeitam as flores, os vasos fixos que não possuem furos e as próprias flores artificiais podem acumular água e se tornar um criadouro do mosquito”, explicou o encarregado do Serviço de Vigilância Epidemiológica, Franklin Cordeiro.

Segundo ele, este período de calor e chuvas é propício para o desenvolvimento das larvas do Aedes aegypti. “Por isso é importante redobrar os cuidados, principalmente no cemitério, onde haverá grande fluxo de pessoas neste final de semana”, concluiu Cordeiro.

Fonte: Secom – PMP