Fase final de implantação de Horta Comunitária do bairro Gualter Monteiro

Secom-PMP

A Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente da Prefeitura de Penápolis está finalizando a implantação da horta comunitária no bairro Residencial Gualter Monteiro. A nova unidade atenderá 56 famílias que poderão cultivar hortaliças e legumes de forma gratuita no local.

Esta é uma das maiores hortas comunitárias já instaladas na cidade. A construção conta com apoio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços. Serão 112 canteiros, portanto, cada família será responsável por dois locais de cultivo. A nova horta está localizada na rua Pio Alves do Rego e será entregue até o final de novembro.

Segundo o secretário de Agricultura, Agnaldo Tomé, a nova horta atende uma reivindicação da comunidade local. “Nos comprometemos com os moradores de entregar a horta até o final deste ano. Já estamos com o trabalho bastante adiantado, com os canteiros preparados para o plantio”, afirmou. A instalação da unidade também atende a um pedido do vereador José Antonio Ferres Chacon (Cabeça).

A Secretaria de Agricultura prepara o solo com calcário e material orgânico para que os moradores possam efetuar o plantio. Agora, as equipes finalizam a instalação dos alambrados que cercam a unidade. Após a conclusão, a Secretaria se reunirá com os moradores para o sorteio e distribuição dos canteiros.

O secretário da pasta ainda explicou que cada família participante recebe gratuitamente um kit, comporto por diferentes tipos espécies de sementes, além de calcário para corrigir a acidez do solo e adubo para melhor preparação dos canteiros. “Para os cuidados com as espécies vegetais, a Prefeitura também fornece de forma gratuita a água, além de toda a orientação para o plantio”, acrescentou Agnaldo.

Atualmente, a Secretaria de Agricultura gerencia cerca de 50 hortas comunitárias, implantadas nos bairros, nas escolas e demais instituições. A Secretaria de Agricultura já trabalha no preparo da área para a instalação de duas novas hortas comunitárias para o próximo ano. Uma será instalada no Jardim dos Sonhos e a segunda em local a ser definido.

Aproximadamente 2 mil famílias participam diretamente com o projeto, além das demais pessoas beneficiadas indiretamente. Pela regra do projeto, não é permitido comercializar a produção das hortas, por isso as famílias que possuem canteiros acabam doando parte da produção a outras pessoas, que também são ajudadas com os alimentos.

Fonte: Secom – PMP