Encerrada Oficina de Confeitaria do Cras

Secom-PMP

Foi concluída no último dia 30 a Oficina de Confeitaria promovida pelo Cras (Centro de Referência em Assistência Social) da região do bairro Planalto. A atividade, que reuniu 20 pessoas atendidas pela unidade, foi realizada nas dependências da Cozinha Comunitária da Prefeitura de Penápolis.

O curso foi oferecido de forma gratuita para as mulheres que são acompanhadas pelo Cras através do Paif (Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família).

De acordo com a secretária municipal de Assistência Social e Cidadania, Suely Valdstein de Queiroz, um dos objetivos do curso é oferecer às mulheres uma oportunidade de aprender a preparar vários tipos de bolos e bolachinhas caseiras, o que pode se tornar uma fonte de renda para a família.

“Com este ofício, essas mulheres podem ajudar no orçamento familiar e conquistar a independência financeira, melhorando a auto estima e a qualidade de vida. É também uma maneira de trabalhar sem sair de casa”, comentou a secretária.

“Outros benefícios são a integração entre as participantes e a troca de experiências, que enriquece a vivência em grupo. O resultado foi excelente”, avaliou Suely.

A professora do curso, Larissa de Souza do Carmo, também comentou a respeito do rendimento das participantes.

“As alunas levaram o curso muito a sério, foram participativas e entusiastas da iniciativa. Ficamos muito felizes com o rendimento delas, pois algumas já estão inclusive fazendo seus produtos para vender”, destacou a professora.

“O nosso sentimento é de gratidão, pois é maravilhoso saber que uma pessoa tem a oportunidade de melhorar a sua vida a partir de um aprendizado”, confessou.

Conteúdo

As aulas foram iniciadas em junho. Ao todo foram oito encontros, sempre às terças-feiras. As primeiras reuniões abordaram a confecção de bolos em diversas apresentações, como por exemplo o bolo em pote e em taças, além de bolos de festa. Depois as alunas aprenderam a produzir biscoitos tipo beliscão, recheados com goiabada.

As alunas também tiveram orientações sobre a higienização e a conservação dos alimentos e também as formas de apresentação do produto para a comercialização.

O Paif – Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família – consiste no trabalho social com famílias, de caráter continuado, com a finalidade de fortalecer a função protetiva, prevenir a ruptura dos seus vínculos, promover seu acesso e usufruto de direitos e contribuir na melhoria de sua qualidade de vida.

As atividades realizadas através do Paif têm o objetivo de contribuir para a convivência, reconhecimento de direitos e possibilidades de intervenção na vida social de uma família. Este trabalho estimula as potencialidades das famílias e da comunidade, promove espaços coletivos de escuta e troca de vivências.

Fonte: Secom – PMP