Daep efetua melhorias no sistema de gestão de resíduos sólidos

Secom-PMP

Os Ecopontos e a Central de Tratamento de Resíduos Sólidos do município passam por melhorias em sua estrutura física. Os investimentos com recursos próprios do Daep (Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis) totalizam cerca de R$300 mil.

Para atender melhor a comunidade, estão sendo construídos abrigos para acondicionamento de materiais recicláveis em todos os ecopontos. Também são executadas melhorias nas muretas para auxílio no carregamento de podas de árvores. O Ecoponto do Jardim Pevi já teve as obras concluídas.

Estão sendo investidos R$ 94.732,97 com recursos próprios do Daep com previsão do término das obras para o mês de setembro. Atualmente, o município de Penápolis possui sete ecopontos localizados estrategicamente em áreas que abrangem todos os bairros.

Os ecopontos recebem resíduos de pequeno volume de construção civil, jardinagem e podas de árvores, pneus, móveis, materiais recicláveis e eletroeletrônicos. Desta forma, evita-se que as pessoas joguem lixo nas estradas rurais e terrenos baldios. Para quantidades maiores existe uma área própria para entulhos na Central de Tratamento de Resíduos Sólidos (ao lado do Aterro Sanitário).

Os ecopontos funcionam de segunda a sábado, das 7h às 19h. Aos domingos, estão abertos somente os ecopontos dos bairros Jardim Del Rey e Parque Industrial. Vale ressaltar que não é permitido o depósito de lixo doméstico, animais mortos, lâmpadas, lixo hospitalar, lixo industrial, pilhas e vasilhames de agrotóxico ou veneno nos Ecopontos.

Central de Tratamento

A Central de Tratamento de Resíduos também recebeu melhorias operacionais. Serão finalizadas nos próximos dias, as obras civis da construção de uma nova guarita, nova garagem com banheiro, de uma área de armazenamento de materiais e adequações na garagem existentes para estacionamento de máquinas pesadas.

As obras são executadas pela empresa JVR Construtora Eireli de Fernandópolis, vencedora do processo licitatório. O valor investido é de R$ 204.667,39, com recursos próprios do Daep.

Para o presidente do Daep, Márcio Wanderley, as melhorias implementadas contribuem para uma gestão de resíduos sólidos adequada para a comunidade. “São obras civis para que os locais mantenham suas condições operacionais adequadas e cumpram as exigências normativas”, afirmou.

Fonte: Secom – PMP