Cras Planalto inicia atividades de grupo de gestantes

Secom-PMP

Neste mês o Centro de Referência da Assistência Social – Cras Planalto iniciou os encontros do grupo de convivência e fortalecimento de vínculo, destinados às gestantes. Com encontros às terças-feiras, cerca de 20 gestantes se reúnem em atividades sociais, educativas e de saúde para se preparar para a maternidade.

Na primeira reunião, no dia 06 de junho, a equipe de profissionais do Cras preparou uma recepção paras as gestantes com uma dinâmica de apresentação. Na oportunidade, elas puderam conhecer como funcionará o grupo e conhecer mais de perto o Centro de Referência, localizado junto ao CEU das Artes, no bairro Aparecida.

Os direitos das gestantes foi o tema abordado no segundo encontro realizado no dia 11. O psicólogo Júlio Ribeiro explicou às participantes sobre seus direitos, como a prioridade no atendimento em serviços públicos e particulares e o transporte gratuito.

Na manhã de terça-feira (18), a enfermeira da Macro IV de Saúde, Thabata Silva Viana, apresentou às gestantes os cuidados com a sua própria saúde e a do bebê. Foram discutidas a importância do pré-natal, a vacinação das gestantes e de seus filhos. As gestantes também puderam tirar suas dúvidas sobre o tema.

Segundo a psicóloga do Cras – Planalto, Ana Cláudia Augusti, os encontros serão realizados todas as terças-feiras, até o mês de outubro. “Organizamos uma programação completa para que as gestantes estejam preparadas e tenham uma rede de apoio para a maternidade”, explicou.

O grupo de gestante compõe o PAIF (Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família) e busca fortalecer a função protetiva da família e preparar as futuras mamães para a maternidade.

Durante o período de realização do grupo, as gestantes participarão de palestras e orientações com profissionais da saúde sobre parto e amamentação, exercícios de relaxamento, oficinas de confecção de artesanato para o enxoval do bebê, técnicas de massagem, entre outras ações para estimular a afetividade e o vínculo familiar.

“O grupo de gestante tem o objetivo de fortalecer o vínculo entre a mãe e seus filhos e promover acesso a serviços e direitos. E assim, contribuir para a melhoria da qualidade de vida por meio de ações de caráter protetivo, preventivo e proativo visando o desenvolvimento das potencialidades e aquisições das famílias”, finalizou Ana Cláudia.

Fonte: Secom – PMP