Convênio assinado: Revitalização da Estação Ferroviária terá investimento de R$ 1 milhão

Secom-PMP

Foi assinado na manhã desta segunda-feira (16), o convênio para a reforma da antiga Estação Ferroviária, um investimento de mais de R$ 1,1 milhão. As obras de adequação do espaço permitirão a implantação do “Centro de Integração da Cidadania”, com uma revitalização do espaço localizado no centro da cidade.

Os recursos são provenientes do FID (Fundo Estadual de Defesa dos Interesses Difusos), vinculado à Secretaria Estadual da Justiça e da Defesa da Cidadania. O investimento total será de R$1.101.264,56, sendo R$881.527,40 de verbas do FID e R$219.737,16 de contrapartida do município. O próximo passo será a abertura de licitação para contratação da empresa que será responsável pela obra.

A assinatura do convênio ocorreu no gabinete da Prefeitura de Penápolis, com a presença do prefeito Célio de Oliveira, vice Carlos Alberto Feltrin, secretários, vereadores municipais e representantes do comércio local. Também esteve presente o prefeito de Barbosa, Paulo César Balieiro.

Representou o governo estadual, o diretor regional da Secretaria de Desenvolvimento Regional, Lucas Ganga. O deputado estadual Roque Barbieri foi representado pelo seu assessor, Jair Braz Pereira.

Durante a solenidade de assinatura, o prefeito Célio de Oliveira destacou a importância do projeto para a revitalização do “antigo” centro comercial. “Hoje percebemos que os comerciantes da cidade investem em uma modernização de suas fachadas, mudando totalmente o aspecto da região central. Esta área da avenida Rui Barbosa era alvo de grandes reclamações por parte da comunidade”, enfatizou.

“Com este investimento na revitalização da antiga Estação Ferroviária teremos uma mudança completa desta região. O projeto desenvolvido pela Secretaria de Obras e Serviços prevê uma completa modernização do espaço para abrigar diversos serviços municipais, além de se tornar um espaço cultural com exposições e shows musicais”, afirmou Célio.

Ainda segundo o prefeito, nos últimos meses, o Governo Estadual liberou cerca de R$ 5 milhões para investimentos em infraestrutura do município. “Tivemos o convênio da Rotatória da Bonolat, o maior da história de Penápolis, recursos para recapeamento, e agora a reforma da Estação Ferroviária”, contou.

“Agradecemos o governador João Doria, o seu vice Rodrigo Garcia e o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi. Durante todo o processo para a conquista do FID, tivemos apoio irrestrito do deputado estadual, Roque Barbieri, a quem agradecemos imensamente por todo incentivo a este projeto que modificará a região central da cidade”, acrescentou o prefeito.

Projeto

O projeto técnico para a reforma do espaço foi apresentado em dezembro de 2018, em um chamamento público para aplicação de recursos do FID. Entre 1.200 projetos inscritos, o de Penápolis foi um dos 149 selecionados para o investimento. A aprovação do projeto ocorreu em novembro de 2018.

A obra prevê a reforma e adequação do prédio da Estação Ferroviária para a implantação do “Centro de Integração da Cidadania”. O prédio foi edificado nos anos 40 e, após a desativação do transporte ferroviário de passageiros, o espaço ficou sem utilização.

A Estação Ferroviária tem mais de 1200 metros quadrados de área construída. No local serão instalados vários serviços públicos para a população. O espaço multiuso vai abrigar Procon, Banco do Povo, Posto Fiscal, Posto de Atendimento ao Trabalhador, Casa do Artesão, atendimento aos contribuintes do Daep (Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis) e da Prefeitura.

Serão executados reparos na cobertura, pisos, instalações elétricas, hidrossanitárias e pintura. O prédio já possui uma área frontal que será utilizada para o estacionamento de veículos e uma área coberta que será utilizada em atividades voltadas para o atendimento ao cidadão e eventos culturais.

“Além da revitalização deste espaço, queremos modificar todo o seu entorno. A ampliação da Feira Livre e a reorganização do espaço onde estão instalados alguns ambulantes e lanchonetes. A nossa ideia é transformar esta região para se torne um ponto de encontro para a população”, concluiu o prefeito.

Para este investimento, a Prefeitura solicitou ao Dnit (Departamento Estadual de Infraestrutura de Transportes) a doação do prédio da antiga Estação Ferroviária para o município. Desde 2014, o município já tinha a cessão da área, a título gratuito, por 20 anos em regime de comodato (prazo renovável por mais 20 anos). O prédio será incorporado ao patrimônio do município em definitivo.

Fonte: Secom – PMP