Centro de Referência em Covid-19 recebe pacientes amanhã

Secom-PMP

Pacientes com diagnóstico de Covid-19 terão atendimento exclusivo no Centro de Referência de Covid-19 a partir de sexta-feira (22). O hospital de campanha foi implantado em uma parceria entre a Prefeitura de Penápolis, a AHBB (Associação Hospitalar Beneficente do Brasil) e o Governo do Estado de São Paulo e atenderá toda a região.

O Centro de Referência conta com 10 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e 20 leitos de enfermaria destinados exclusivamente para o tratamento de pacientes com coronavírus. A ocupação dos leitos será regulada através da Cross (Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde) para atendimento de municípios da região dos consórcios. 

Para marcar o início do funcionamento, prefeitos da região foram convidados a conhecer o espaço na tarde desta terça-feira (19). Além do prefeito Célio de Oliveira, estavam presentes o prefeito de Avanhandava, Ciro Veneroni; o prefeito de Barbosa, Paulo Balieiro; o prefeito de Braúna, Flávio Giussani; e o prefeito de Glicério, Ildo de Souza. A prefeita de Alto Alegre, Helena Berto e o prefeito de Luiziânia, Ricardo Bertaglia não puderam comparecer e justificaram suas ausências.

Durante a cerimônia, uma benção com o padre Mauro André e com o pastor Paulo marcou o início do funcionamento da unidade. O Centro de Referência de Covid-19 terá direção técnica do médico Abel José Costa e a UTI (Unidade de Terapia Avançada) será chefiada pelo médico Alexandre Damo.

O chefe da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Centro de Referência, o médico Alexandre Damo, destacou a importância do equipamento para atendimento dos pacientes.

“Fico muito feliz e agradeço a todos vocês por terem conseguido montar rapidamente uma estrutura bem tecnológica. Muitas cidades estão correndo atrás de equipamentos e Penápolis conseguiu. Esses 10 leitos, somados aos outros 10 da Santa Casa, são muito importantes para o atendimento de pacientes críticos”, afirmou Damo.

“Logo que começou essa discussão, me perguntaram se eu aceitaria trabalhar aqui. Eu, mais que depressa, falei que sim. Em 20 anos que estou em Penápolis, na UTI, e nesse período, todas as vezes que eu pedi para encaminhar pacientes para cidades vizinhas, quando não tínhamos o recurso, os municípios nunca reclamaram. Então, me senti na obrigação de aceitar esse trabalho, para poder atender aqueles que agora precisam da gente”, enfatizou o médico.

Hospital de campanha

O prefeito Célio de Oliveira destacou que este é o primeiro hospital de campanha da região. “Preparamos toda a estrutura em menos de 40 dias, com o envolvimento de toda a comunidade. Entregamos o equipamento pronto, já com os leitos habilitados pelo Governo do Estado e com a equipe de profissionais contratada”, destacou.

“Agradecemos o apoio do Governo do Estado de São Paulo que, desde o início, deu carta branca para que seguíssemos com o projeto que se torna realidade a partir de agora. Precisamos que nossa região esteja preparada para oferecer o melhor atendimento aos pacientes de Covid-19 e assim, enfrentarmos a pandemia com o mínimo de tranquilidade”, enfatizou o prefeito.

Estrutura

Após algumas adaptações do espaço, com reparos da infraestrutura, pintura, revisão elétrica e a instalação de equipamentos, o hospital está pronto para receber os pacientes. O espaço abrigava anteriormente o Hospital Luiz Valente e, mais recentemente, o Hospital da Unimed.

Parte da reforma foi realizada através de voluntários, incluindo a pintura de todo o prédio e a limpeza. No processo de aquisição dos equipamentos para a UTI, a Prefeitura de Alto Alegre, através da prefeita Helena Berto, disponibilizou um respirador para ser utilizado no Centro da Covid-19.

Demais equipamentos foram adquiridos pela Prefeitura de Penápolis e cedidos à AHBB para a utilização no hospital de campanha. Caso o espaço seja desativado, os equipamentos retornam à utilização do município.

Fonte: Secom – PMP