Buritama cria central de atendimento para pacientes com suspeita de Covid-19

Assessoria de Imprensa/Prefeitura de Buritama

O Governo do Município criou uma central exclusiva para atendimento aos pacientes com suspeita de coronavírus. O local começou a funcionar nesta quinta-feira (16) e contará com médico, enfermeira, auxiliar e recepcionista.  O Centro de Atendimento Covid-19 foi criado para atender pacientes com sintomas gripais como febre, dor de garganta, tosse e até falta de ar.

A orientação aos moradores é que não devem mais procurar as Unidades de Saúde (UBS) Nicola Lavechia e Jaime Pinto Cunha da cidade para atendimento relacionado a Covid-19. A central está localizada na rua Barão do Rio Branco, 639 B – Centro – próximo ao Departamento de Saúde, com atendimento de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h. Se o morador precisar de atendimento em outro horário e no final de semana deve procurar a Santa Casa de Buritama.

De acordo com o diretor de Saúde, Edilson Carlos de Paiva, houve a necessidade de contratar um médico, os demais integrantes da equipe já trabalham na saúde municipal da cidade e foram remanejados para fazer o atendimento na central. Ainda conforme ele, a recomendação é não levar acompanhantes, mas as exceções se aplicam, por exemplo, em casos de pais com crianças e responsáveis com idosos.

Edilson comentou que a central será um serviço para somar com as ações realizadas na cidade. “Neste período de pandemia, desenvolvemos um plano de ação para criarmos esse local para atender pacientes suspeitos de coronavírus, com isso conseguimos liberar os postos de saúde para atendimentos essenciais”, explicou ao salientar que antes da central, o atendimento acontecia na UBS Nicola Lavechia.

O diretor explicou que os profissionais vão realizar o atendimento por meio de triagem, classificação de riscos, agendamento de horários e os casos esporádicos. Ainda de acordo com Edilson, a ideia de centralizar o atendimento é para não colocar em risco pessoas que buscam nas unidades de saúde outros serviços.

“Nossa preocupação é oferecer um atendimento mais ágil e de qualidade, já que a central contará com uma equipe treinada e capacitada para esse trabalho”, afirmou Paiva ao concluir que, “se o morador estiver com qualquer sintoma respiratório ou teve contato com pessoas testadas positivas devem procurar a central para atendimento”, elencou.

PREVENÇÃO

Conforme o diretor de Saúde, Edilson Carlos de Paiva, é preciso levar em consideração as medidas de isolamento social. Ele comentou sobre o uso diário de máscaras, da higienização das mãos com água e sabão, além da aplicação de álcool em gel 70% e do distanciamento de 2 metros, caso seja necessário a locomoção pela cidade.

“A prevenção deve estar acima dos riscos ao sair de casa. À medida que as pessoas saem às ruas, elas estarão expostas ao coronavírus. Então, moradores, fiquem em casa, já que a prevenção é a principal maneira de evitar novos casos”, encerrou Paiva.

O município de Buritama já registra mais de 70 casos confirmados e quatro mortes devido à doença.

Fonte: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de Buritama