Boletim Covid-19 – Penápolis 10/10/2020

Secom-PMP

Positivos
A Secretaria Municipal de Saúde informa que até às 12h deste sábado (10), foram registrados 1.001 casos positivos de Covid-19.

Dos casos positivos de Penápolis, seis pacientes permanecem internados, 170 pessoas estão em quarentena e 798 pacientes estão recuperados.

Até o momento, foram registrados 27 óbitos por Covid-19 (11 homens de 51, 53, 55, 57, 64, 65, 66, 68, 73, 74 e 77 anos, menina de 9 anos, e 15 mulheres de 38, 41, 61, 61, 62, 68, 69, 70, 78, 81, 87, 87, 88, 89 e 93 anos).

Suspeitos e descartados
Até o fechamento deste boletim, 379 pacientes aguardam o resultado de exame ou a data para a realização do teste rápido.

Outros 456 casos foram descartados por avaliação clínico-epidemiológica e 3.247 pacientes tiveram resultado negativo para Covid-19.

Este boletim inclui os dados de todos os pacientes notificados por síndrome gripal.

Os registros deste Boletim seguem as Normas das Resoluções SS-28 e SS-31, ambas de março de 2020, da Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo.

À medida que novos fatos surgirem, outros comunicados oficiais serão expedidos pela Secretaria de Comunicação Social.

Ocupação dos leitos
A Secretaria Municipal de Saúde informa que, até às 12h deste sábado, 19 pacientes estavam internados no Hospital de Campanha – Centro de Referência de Covid-19. Treze são residentes em Penápolis.

Seis pacientes estão internados na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Portanto, há quatro leitos vagos. Três pacientes são de Penápolis, um com diagnóstico positivo para Covid-19 e dois aguardam o resultado de exame.

Três pacientes são residentes nas cidades de Avanhandava, Braúna e Buritama.

Os três leitos de suporte ventilatório estão disponíveis.

Na enfermaria do hospital de campanha, há 13 pacientes internados.

Até o momento, há sete leitos vagos de enfermaria.

Dez pacientes são residentes em Penápolis, sendo cinco positivos e os demais aguardam o resultado de exame.

Três pacientes internados na ala são moradores dos municípios de Birigui e Buritama.

Fonte: Secom-PMP