Acuados, vereadores adiam, novamente, julgamento de contas do prefeito Célio de Oliveira

Jean Rizk

Conforme adiantamos neste espaço, a não transmissão da sessão ordinária do legislativo penapolense, na data de ontem (10/08/2020), tratou-se apenas de mais uma manobra para que os vereadores pudessem aprovar, livres de qualquer pressão popular, as contas do prefeito Célio de Oliveira, relativas ao período de 2016, cujo parecer desfavorável do tribunal de contas indica uma série de irregularidades.

Ocorre que, não obstante a manifestação técnica do tribunal, a legislação determina caber ao legislativo local a decisão sobre a matéria.

Caso os vereadores decidam pela manutenção do entendimento do tribunal, o prefeito Célio de Oliveira pode ficar inelegível por oito anos, nos termos da Lei da Ficha Limpa.

Diante da presença de profissionais de imprensa, inclusive deste jornalista, que faziam a transmissão ao vivo pelas redes sociais, a votação da matéria foi novamente adiada, a pedido do vereador Adalgiso Nascimento (Ziza).

Votaram pelo adiamento os vereadores: Ziza, Roberto Delfino, Carlão, Cabeça do Coletivo, Rubens Bertolini e Nardão.

O vereador Ivan Sammarco, por ser presidente, não votou.

Já o vereador Evandro Tervedo, alegando um impedimento inexistente, se absteve.

Este portal de notícias publicou ontem que, com o adiamento das eleições deste ano, o período de condutas vedadas aos agentes políticos somente terá início no próximo dia 15/08/2020 (três meses antes do pleito), ou seja, não havia qualquer motivo plausível para que a transmissão ao vivo da sessão de ontem não fosse realizada normalmente pela Câmara Municipal, exceto pelo fato de que os vereadores lançaram mão de mais uma tentativa de aprovar as referidas contas na “calada da noite”, sem a presença do povo e da imprensa livre.

O trabalho dos veículos independentes de mídia é fundamental neste momento e, por isso, continuaremos alertas diante de investidas anti-democráticas como essa, ainda que seja necessário recorrer à Justiça para manter a população informada.