5º MIA traz grandes atrações para Araçatuba

Prefeitura de Araçatuba

O MIA (Festival de Música Instrumental em Araçatuba) chega a sua 5ª edição com grandes nomes da música brasileira. O evento acontecerá entre os dias 23 e 25 de agosto, com shows gratuitos, atividades formativas e conversas tocadas. Desde 2015, o MIA é desenvolvido pelo programa Oficinas Culturais, o qual é gerenciado pela Poiesis, em conjunto com a Secretaria de Cultura e Economia do Governo do Estado de São Paulo, com realização da Prefeitura Municipal De Araçatuba.

Atrações como João Donato, Edgard Scandurra, Toninho Horta, Airto Moreira e Robertinho Silva, além de nomes locais e regionais compõem o evento deste ano. Serão mais de 60 artistas que apresentarão e representarão a música instrumental em cerca de 35 ações nas plataformas de formação e difusão.

A música sob a óptica profissional será o foco principal das atividades formativas. No dia 24, a partir das 9h, o gestor de negócios musicais e audiovisuais Erick Krulikowski inicia o dia com uma palestra. Ele, o produtor musical Barral Lima e a curadora musical e coordenadora geral de programação da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, Heloisa Aidar, conduzem workshop às 10h e às 13h para artistas solos e coletivos.

Ainda no mesmo dia, o tema “Lugar da música instrumental em políticas públicas e programas de cultura no Estado de São Paulo” será abordado e discutido pelo gestor de programação musical do Sesc São Paulo, Henrique Rubin; a musicista e gerente pedagógica do Projeto Guri, Valeria Zeidan; o antropólogo e superintendente das Oficinas Culturais, Thiago Saraiva; e a produtora cultural e pesquisadora de políticas culturais Inti Queiroz.

A programação do MIA também contará com quatro conversas tocadas, formato que teve início na edição anterior. Para este ano, outra novidade é a mediação da radialista e consultora musical Patrícia Palumbo, de São Paulo. No dia 25, às 14h, os bateristas e percussionistas Airto Moreira e Robertinho Silva abrem o último dia do festival. No mesmo dia, às 16h, o guitarrista Edgard Scandurra encerra a programação das conversas tocadas.

De acordo com o coordenador de programação e produção do MIA, “uma das novidades desta edição é a Super Banda, formada apenas por mulheres”, conta. Além disso, a produção da banda também é assinada por uma mulher, a cantora Talita Rustichelli. As integrantes são: Angieli Queiroz (saxofone), Ariane Bego (piano), Beatriz Marques (bateria), Juliana Romão (baixo) e Viviane Nukamoto (guitarra) tocam um repertório formado por compositoras de várias gerações e estilos, no dia 25, às 19h30.

SHOWS

No dia 23, às 22h30, através do Conexão MIA, haverá uma Jam formada por Fernando Kid (guitarra e baixo), Gustavo Barbosa-Lima (live electronics, ewi e percussão), Zé Renato Gimenes (teclados, flautas e percussão) e Saulo Bertolino (bateria e percussão).

No dia 24, às 23h30, outra jam será apresentada e contará com a participação dos músicos regionais Daniel Freitas (bateria), Felipe Almeida (percussão), Éverton Nascimento (sax e flauta transversal), Fabiano Golin/Biba (guitarra) e Henrique Pereira (contrabaixo).

O encerramento será no dia 25. A banda Black abre a programação às 18h, na praça João Pessoa. O show da banda de soul instrumental será composto por repertório autoral e com homenagem ao funk dos anos 1970, com canções de nomes como de Tim Maia. Tríetà, grupo musical performático feminino e baiano, apresentará uma intervenção relacionada à questão identitária, das mulheres e da ancestralidade. As percussionistas se apresentam às 19h e 20h30. Com uma mistura de dub, rock, funk 70, ethiogrooves e outras vertentes sonoras, Nomade Orquestra encerra a 5ª edição do MIA, às 21h.

Para saber mais informações e ver a programação completa, acesse o site: www.oficinasculturais.org.br/5mia

Fonte: Prefeitura de Araçatuba